Descanse em paz: Sony e LG decretam a morte das TVs 3D

Após muito tempo respirando por aparelhos, as TVs 3D finalmente poderão descansar em paz. Após a Samsung ter desistido deste mercado no fim de 2016, a LG e a Sony anunciaram que vão encerrar sua produção de aparelhos com a tecnologia.

Além das três grandes empresas de TVs, outras fabricantes menores como Sharp, TCL e Hisense também não apresentaram novidades durante a CES 2017. Já a empresa norte-americana Vizio foi bastante vanguardista e não anuncia TVs 3D desde 2013, de acordo com o CNET.

Tim Alessi, diretor de desenvolvimento de novos produtos da LG, falou ao CNET sobre o abandono do 3D em TVs. Segundo o executivo, a tecnologia nunca caiu no gosto do público, o que acabou levando a morte do recurso.

"A capacidade 3D nunca foi aceita universalmente pela indústria para uso doméstico, e também não é um fatos chave na hora da compra de uma nova TV"
- Tim Alessi, da LG

A Sony também justificou o fim das TVs 3D com o baixo mercado para a tecnologia. "Baseado em pesquisas de mercado, nós decidimos parar o suporte de 3D em nossos modelos de 2017", disse um representante da empresa.

- Continua após a publicidade -

As TVs 3D começaram a aparecer em peso no mercado a partir de 2010, após o sucesso de "Avatar" nos cinemas. As empresas, produtoras e emissoras de TV apostaram suas fichas na tecnologia com programação 24 horas em 3D e edições especiais de filmes em 3D.

Porém, desde o início, as TVs 3D não ganharam tanta popularidade com os consumidores, que acabou decaindo ainda mais com o passar do tempo. Em 2012, as TVs 3D representavam 23% das vendas de TVs mundialmente. Em 2016, o número já caiu para 8%.

Com a constante queda do 3D, as fabricantes de TVs começaram a apostar em outros recursos para atrair os consumidores, incluindo tecnologias como resolução 4K, pontos de quantum, HDR e outras siglas que podem ser entendidas neste artigo.

Via: Cnet
Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Qual você acha melhor?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.