Pentium nos esteróides: G4560 Kaby Lake apresenta performance acima do FX-6300

Se nos modelos topo de linha as melhorias são discretas, a geração Kaby Lake de CPUs da Intel tem trazido novidades interessantes para os modelos de entrada. Além do Core i3-7350K, primeiro i3 desbloqueado para overclock, a sétima geração Core trouxe outra novidade: a introdução da tecnologia Hyper-thread na linha Pentium. Pois essa adição trouxe grandes mudanças para as CPUs mais modestas da linha Kaby Lake.

Análise: Intel Core i7-7700K - Boa performance, mas falta de inovação decepciona

Diversos benchmarks e vídeos vem mostrando uma performance notável do G4560 em testes sintéticos e também gameplays, rivalizando em alguns testes com modelos com o FX-6300, um processador que por muito tempo equipou o PC Baratinho. É possível notar nos testes do pessoal do Computer Base que, especialmente em aplicações com uso mais intenso de apenas um thread, o modelo da Intel se saiu melhor que o FX-6300, perdendo nas aplicações que fazem uso de mais threads, onde o modelo da AMD leva vantagem por possuir 6 threads versus os quatro do modelo Pentium (dois núcleos físicos com um total de 4 threads graças a inclusão do Hyper-thread).


Testes sintéticos

- Continua após a publicidade -


Testes em games

Trazendo a disputa para os games, os resultados foram ainda mais impressionantes. Em GTA V, um game com muita carga sobre o processador, o Pentium foi capaz de bater o FX-6300 e até mesmo um Intel Core i5-2500K! Tudo isso com um preço muito competitivo: ele tem preço sugerido de US$ 65, bem abaixo dos US$ 90 cobrados no AMD FX-6300, por exemplo.

Essa inclusão do Hyper-Thread foi muito interessante para as CPUs Pentium, já que seu principal limitador era mesmo a performance multi-thread, causada justamente por possui apenas dois threads. Enquanto não havia necessidade de múltiplos threads, o Pentium Haswell segurou no PC Baratinho, como é possível notar no primeiro episódio com games como Shadow of Mordor e Metro Last Light. Porém, foi entrar GTA V "na dança" para sermos forçados a realizar o upgrade. Será que está na hora do Pentium voltar ao Baratinho?

Fonte: ComputerBase
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Qual vai ser o melhor game lançado em maio de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.