Criadores de Prison Architect violam Convenção de Genebra por usar cruz vermelha no game

Atenção, desenvolvedores independentes: usar uma cruz vermelha para estampar equipamentos médicos e itens de saúde nos games pode torná-los criminosos internacionais. Como levantado pelo PC Gamer, os desenvolvedores de "Prison Architect", game de gerenciamento de penitenciárias, foram notificados pela Cruz Vermelha por violarem a Convenção de Genebra devido ao uso do símbolo universal para cuidados médicos durante conflitos.

O caso em questão aconteceu na última semana de 2016 e foi explicado por Mark Morris e Chris Delay no vídeo que pode ser visto abaixo. O time de desenvolvedores utilizou a cruz vermelha para ilustrar os paramédicos em "Prison Architect" pensando que o símbolo era de domínio público.

Porém, os direitos de imagem pertencem ao Comitê Internacional da Cruz Vermelha, como foi informado aos desenvolvedores, que receberam um e-mail dizendo que haviam violado a Convenção de Genebra.

"Os responsáveis podem não ter conhecimento de que o uso do emblema da cruz vermelha é protegido pela Convenção de Genebra para a proteção de vítimas de guerra de 12 de agosto de 1949 e que a utilização não autorizada deste sinal no Reino Unido é uma infração"
- e-mail enviado pela Cruz Vermelha da Grã-Bretanha para os desenvolvedores de  "Prison Architect"

- Continua após a publicidade -

Como a própria Cruz Vermelha já presumia, Mark Morris e Chris Delay não sabiam que o uso da cruz vermelha era ilegal, uma vez que o símbolo costumava aparecer em jogos como "Doom" e os primeiros títulos da franquia "Halo", por exemplo. Mas graças a popularização dos videogames, o controle sobre o símbolo acabou crescendo para que seu significado não fosse perdido ou banalizado.

"A cruz vermelha é um símbolo internacional para proteção durante confrontos armados. É usado para proteger os feridos, doentes e aqueles que procuram ajudá-los de uma forma totalmente neutra e imparcial, e pode salvar vidas"


Direita: Itens de vida no primeiro Halo; Esquerda: Itens de vida nos jogos atuais

Além de reforçar o significado do símbolo, o e-mail enviado para os desenvolvedores também desmistificava usos indevidos do símbolo e condena a utilização para propósitos comerciais. "A cruz vermelha não é um sinal genérico para ambulâncias, primeiros socorros, enfermeiras ou médicos. Além disso, não é um sinal para ser usado com propósitos comerciais, como propagandas ou produtos", escreveu a Cruz Vermelha da Grã-Bretanha.

Após entrarem para a lista de pessoas que violaram a Convenção de Genebra, os desenvolvedores de "Prison Architect" substituíram a cruz vermelha por verde e não foram presos.

- Continua após a publicidade -

Via: PC Gamer
Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.