Switch será um console de mesa e não vai substituir o 3DS, reforça Nintendo

Falando ao site CNET, o presidente da Nintendo das Américas, Reggie Fils-Aime, deu mais esclarecimentos sobre o Nintendo Switch.

Segundo o executivo, apesar das funcionalidades híbridas, o videogame vem para competir no mercado de consoles de mesa e não vai substituir o Nintendo 3DS, atual portátil da empresa.

"O formato pode lembrar [um tablet], mas é um console de mesa que você pode levar aonde quiser"
 - Reggie Fils-Aime, presidente da Nintendo das Américas

Além disso, Reggie também comentou sobre o possível público inicial do console. De acordo com o presidente da Nintendo das Américas, levando em consideração o line-up inicial do Switch e o preço, US$ 300, o console atingirá, primeiramente, um grupo de jovens adultos, a faixa de idade das pessoas mostradas no primeiro trailer do videogame.

"Com Zelda, com Kart, com Xenoblade, eu acho que os consumidores iniciais do Switch serão mais jovens adultos com renda disponível, dado o preço e a grande biblioteca"

- Continua após a publicidade -

Porém, com o passar do tempo, a empresa pretende abranger um público maior e em diversas faixas de idade. Logo no anúncio, por exemplo, a empresa lançou um vídeo mostrando o aplicativo para controle parental.

Em dúvida sobre comprar o Switch?
Veja 7 coisas que você precisa saber do novo console da Nintendo

Sem trava de segurança, o Nintendo Switch será lançado no mercado em 3 de março.

Via: CNET
Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.