Estudo aponta aumento do cuidado com a reputação online

A preocupação com as informações pessoais disponíveis online tem tornado os usuÁrios mais ativos no monitoramento da sua privacidade, como indica uma pesquisa divulgada pela Pew Internet & American Life Project.

Além de iniciativas tomadas em redes sociais, como mudar as configurações de privacidade, deletar comentÁrios e remover marcações em fotos, cada vez mais as pessoas buscam pelos próprios nomes em ferramentas de pesquisa para verificar quais dados estão disponíveis.


O estudo é resultado de entrevistas com 2253 americanos maiores de 18 anos, entre agosto e setembro do ano passado. A Pew constatou, então, que 57% dos adultos usam sites de busca para procurar informações sobre si mesmos, um crescimento de 10% em relação a 2006.

A preocupação é maior entre pessoas de 18 a 29 anos: 71% deles mudou suas configurações de privacidade, enquanto apenas 55% dos adultos entre 50 e 64 anos tomou a mesma medida.

Conforme o Mashable, a Pew atribui esse resultado ao crescimento das políticas de monitoramento de redes sociais pelos locais de trabalho.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

A Activision acertou ao colocar músicas do Charlie Brown Jr. no Tony Hawk's 1+2

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.