Qualcomm é acusada de violar leis antitruste e multada em US$ 854 milhões na Coreia do Sul

A Qualcomm está enfrentando a maior multa que a Coreia do Sul já deu numa violação de mercado. A empresa vai ter que pagar US$ 854 milhões se não conseguir recorrer da decisão do órgão regulatório coreano, a Korea Fair Trade Commission (KFTC), que decidiu que a fabricante de componentes para dispositivos móveis violou as leis antitruste do país.

A acusação é de que a Qualcomm abusou de sua posição de dominância do mercado para diminuir o poder competitivo de suas concorrentes, especialmente em seus acordos de licenciamento de modem. A empresa cobraria por uma gama "desnecessariamente ampla" de patentes quando licencia o uso de seus modems para competidoras, como a Samsung, a Intel ou MediaTek. Além da cobrança, a Qualcomm também limitaria o acesso de concorrentes a suas patentes padrão essenciais para a fabricação de modems.

A Qualcomm declarou que "discorda muito" da decisão da KFTC e que pretende recorrer. Mas há precedente para esse tipo de acusação, com a empresa enfrentando casos parecidos ao redor do mundo. A União Europeia já afirmou que a Qualcomm abusa de sua presença para atrapalhar rivais e na China a empresa chegou a pagar uma multa de US$ 975 milhões pelo mesmo motivo. E a decisão da KFTC vai incentivar Taiwan, que atualmente também está investigando a Qualcomm por causa de práticas anticompetitivas de mercado.

Fonte: Venture Beat
Assuntos
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

A Activision acertou ao colocar músicas do Charlie Brown Jr. no Tony Hawk's 1+2

Últimas

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.