Intel deve aposentar linha Core em 2019 e trazer alternativa mais eficiente

A Intel deve aposentar a linha Core depois do lançamento de sua 12ª geração, que vai adotar o codinome de Tigerlake e a arquitetura de 10 nm. Essa será a terceira edição usando a litografia, que depois deverá ser substituída por uma mais eficiente.

Em seu lugar, deverá ser adotado um design mais rápido para a arquitetura x86, apesar de manter a litografia de 10 nm. De acordo com o site Bitsandchips.it, a sucessora da Tigerlake deve fazer algo parecido com o que a AMD fez com sua linha Zen.

Isso quer dizer se livrar do método de operação SIMD e de projetos de hardware mais antigos. Com isso, será possível melhor aspectos como consumo de energia, desempenho e preço. Sem contar a economia de espaço físico. O resultado final seria uma grande melhoria na eficiência energética, através de uma grande otimização da relação entre performance e consumo.

Segundo o site Tweak Town, isso pode dizer que não teremos total retrocompatibilidade do hardware. Apesar disso, a tecnologia só deve chegar forte em 2020, então ainda há muitas coisas que podem mudar.

Via: Bits and Chips, Tweak Town
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Qual vai ser o melhor game lançado em maio de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.