Canadá declara internet rápida uma necessidade básica e quer o mínimo de 50Mbps em downloads

O governo canadense decidiu que o acesso à internet rápida é um serviço de telecomunicação básico, ou seja, que todo cidadão do país tem direito a ele. Essa era uma determinação reservada apenas para telefones fixos pelo órgão regulatório competente, o CRTC. Com a nova determinação, o governo do Canadá pretende investir um total de US$ 750 milhões para oferecer a infraestrutura necessária para alcançar as áreas menos urbanas e também para garantir a velocidade pretendida.

Velocidade essa que não é humilde. O objetivo final das novas medidas é garantir uma velocidade de pelo menos 50Mbps em downloads para todo cidadão canadense, garantindo também sempre a opção para planos de dados ilimitados a todos. O CRTC espera que 90% das casas canadenses tenha acesso a essas velocidades até 2021.

"O futuro da nossa economia, nossa prosperidade e nossa sociedade — na verdade, o futuro de todo cidadão — requer definir objetivos ambiciosos, e conseguir conectar todos os canadenses para o século 21. Esses objetivos são ambiciosos. Eles não serão fáceis de alcançar e vão custar dinheiro. Mas nós não temos escolha."
Jean-Pierre Blais, chefe da CRTC

Fonte: The Verge
Assuntos
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Qual você acha melhor?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.