Supostos testes com Intel Core i7-7700K mostram que delid foi capaz de baixar a temperatura em até 30ºC

Alguns dos primeiros vazamentos de supostos overclocks dos Intel Core i7-7770K não trouxeram resultados muito interessantes, com a CPU chegando a bater os 100ºC com um overclock para 4.9 GHz. O usuário do forum AnandTech RichUK teve acesso a um desses novos processadores de sétima geração Core e levou os testes um pouco além: ele fez o delid para ver se conseguiria ganhos de eficiência térmica trocando o Thermal Interface Material (TIM) do processador. E os resultados foram bastante interessantes.

Intel i5-7600K Kaby Lake tem salto de 10% na performance em relação ao i5-6600K
Intel Core i3-7350K deve chegar em 2017 sendo o primeiro para overclock

Delid é um procedimento avançado de modificação na CPU que consiste em retirar o Integrated Heat Spreader (IHS), a peça metálica que fica no topo do processador propriamente dito. Essa modificação traz altos riscos de danificar o processador e acaba com qualquer esperança de garantia por parte da fabricante. Muitas vezes o procedimento é feito fixando o processador com um torno de bancada e batendo com uma madeira e um martelo até arrancar (sim, não estou de sacanagem, olhem o vídeo abaixo):

O procedimento é feito pois possibilita substituir o Thermal Interface Material (TIM), um material entre o encapsulamento do processador e o IHS, e alcançando assim maiores eficiências na dissipação de calor.

- Continua após a publicidade -

Nos testes de RichUK, ele afirma que foi capaz de reduzir em até 30ºC o aquecimento da CPU após esse procedimento. De acordo com o post, a CPU falhava no teste Prime95 v28.7 instantaneamente quando o processador era overclocado para 5GHz, e atingia temperaturas de até 99ºC. Com a modificação, a CPU conseguiu rodar estável por 1 minuto em temperatura de 66ºC, e estendendo o teste para 6 horas a 4.7GHz alcançou uma média de 86ºC. Tanto antes quanto depois do delid, o cooler utilizado é o Corsair H110i, uma solução de resfriamento líquida, em seu modo silencioso (fan a 50% e bomba a 65%).

Esse teste traz um antigo problema da Intel a tona novamente. Os processadores de terceira geração Core (codinome Ivy Bridge) apresentavam performances ruins em termos de aquecimento devido a um TIM de baixa eficiência. O problema foi solucionado com a geração Devils Canyon, onde um novo material de interface térmica –chamado pela companhia de NGPTIM (Next Generation Polymer Thermal Interface Material), foi utilizado, e não houve sinais de ineficiência dos TIM da Intel desde então.

Processador Intel Core i7-7700K "Kaby Lake" de 7ª geração tem suas informações vazadas na internet

Até o momento apenas o Tom's Hardware publicou testes com os processadores, sendo que devemos ver mais testes de diversos sites especializados com esses novos modelos assim que oficialmente forem lançados.  Os processadores Kaby Lake foram anunciados em agosto, e os modelos para computadores de mesa, junto com as placas-mãe Z270, devem ser anunciadas no início do ano que vem. Não deixe de ficar de olho aqui no Adrenaline para novidades!

Fonte: Forum AnandTech
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.