Yahoo bate seu próprio recorde de roubo de dados; 1 bilhão de usuários são afetados

Apenas meses depois de divulgar uma falha de segurança que comprometeu as informações de 500 milhões de usuários, a Yahoo confirmou que bateu esse recorde – e por uma larga margem.

Segundo um comunicado emitido pela própria companhia, mais de 1 bilhão de contas tiveram suas informações roubadas por "um terceiro não autorizado". Isso aconteceu lá atrás, em agosto de 2013. A Yahoo acha provável que esse incidente tenha sido diferente daquele que aconteceu em setembro.

Hora de mudar de senhas de novo: 500 milhões de contas do Yahoo! foram comprometidas

Apesar disso, eles suspeitam que o responsável pela invasão seja o mesmo. "Nós conectamos parte dessa atividade com o mesmo autor patrocinado por uma nação, que acreditamos ser o responsável pelo roubo de dados que revelados no dia 22 de setembro de 2016", explica o comunicado.

As informações comprometidas incluem nomes, endereço de e-mail, números de telefone, datas de nascimento e possivelmente até alguns perguntas e respostas pessoais de segurança dos usuários.

- Continua após a publicidade -

A principal suspeita é de que o hacker conseguiu descobrir como forjar os cookies para acessar as contas. A empresa já invalidou os cookies que foram forjados, e os consumidores afetados estão começando a serem notificados.

A sugestão, como sempre, é para que você mude imediatamente as senhas e as perguntas de segurança da sua conta do Yahoo, assim como de todas as contas relacionadas com este e-mail. Ainda é importante mudar todas as perguntas de segurança de outras contas que sejam iguais às utilizadas no Yahoo.

Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.