Ryzen bate Intel Extreme Edition (Core i7-6900K) em testes de performance

AMD fez a apresentação oficial de seus processadores baseados na microarquitetura Zen, as CPUs Ryzen, e durante a demostração foi feito um teste bastante interessante: um processador Ryzen enfrentou um Intel Core i7-6900K em um teste de renderização no Blender, software de código aberto usado na modelagem 3D e que faz uso intenso de múltiplos núcleos do processador. A escolha não é acidental: ambos os modelos são equipados com oito núcleos físicos e 16 lógicos (8 cores/16 threads), tornando essa disputa mais justa.

Apesar de não otimizado ainda com as novas tecnologias Ryzen, e com clock fixo nos 3.4GHz, o processador da AMD foi capaz de realizar o teste em praticamente o mesmo tempo que o Intel Core i7 Extreme Edition, que possuía todas as tecnologias, inclusive de ativar o turbo em sua frequência e subir para 3.7GHz em ação. Tudo isso foi feito consumindo menos energia, sendo que a CPU Ryzen possui TDP de 95W e o modelo Intel se situa nos 140W. O Core i7-6900K é encontrado no mercado brasileiro pelo preço em torno de 5 mil reais.

As tecnologias dos processadores Ryzen: clocks mais precisos, mais performance e capacidade de "predizer" o futuro

No teste seguinte, a transcodificação de um vídeo com o software Handbrake, outra aplicação com uso intenso de CPU, o Ryzen foi capaz de bater o modelo da Intel finalizando o processo em 54 segundos, versus os 59 segundos do Core i7-6900K. Novamente o teste foi feito sem a possibilidade da CPU Ryzen realizar o aumento de suas frequências, pois ainda não estava habilitada essa tecnologia.

Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Qual você acha melhor?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.