Ônibus que passa por cima dos carros na China está abandonado há meses

O inusitado ônibus elevado chinês da Teb Technology, que iria funcionar passando por cima dos carros, está abandonado há meses, segundo reportagem recente vinda de jornais locais. Aparentemente, desde seus primeiros testes em agosto, o ônibus está simplesmente largado acumulando poeira e o motivo pra isso seria problemas financeiros de seus investidores.

A Teb Technology estaria com dificuldades de cofre especialmente depois que a sua principal investidora, uma companhia chinesa chamada Huayingkailai parou de financiar o projeto, provavelmente por estar enfrentando investigações a respeito de levantamentos ilegais de fundo e avaliações de crédito falsificadas. 

As empresas envolvidas dificilmente estão respondendo tentativas de contato, mas quando o fazem negam o abandono, alegando que realizam inspeções semanalmente. No entanto, a informação é negada por autoridades locais e até por dois senhores que teriam sido contratados pela própria empresa para vigiar as instalações. Outra coisa que contradiz isso é o fato de que a gerência do projeto da Teb e os times operacionais já saíram da cidade, não tendo mais instalações no local. Além disso, o contrato com o distrito para os testes teria terminado no dia 31 de agosto e o local onde o ônibus fica "hospedado" já deveria estar sendo desmontado. Devido às imensas proporções do veículo, ele se torna um verdadeiro incômodo na via onde está localizado.

Fonte: Engadget
Assuntos
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.