Após Doom ser pireateado, id Software remove proteção de DRM Denuvo

A id Software e a Bethesda removeram a proteção anti-pirataria Denuvo do game Doom depois do jogo ter sido pirateado. Algo muito parecido aconteceu com a desenvolvedora Playdead, que tirou a popular solução DRM de seu jogo Inside, também vítima da pirataria.

O site TorrentFreak especula que isso pode ter sido causado por uma cláusula de reembolso no contrato das produtoras com a Denuvo, que seria ativada quando o jogo contemplado fosse pirateado.

Ainda segundo a notícia, o game de tiro em primeira pessoa Doom recebeu um crack da equipe Conspiracy (CPY) relativamente rápido, especialmente para um produto com a proteção da Denuvo. Especula-se muito sobre o custo da proteção DRM, e os valores giram em torno das centenas de milhares de dólares.

Doom foi lançado em maio de 2016, e teria sido pirateado ainda em agosto, menos de 4 meses depois do lançamento. Enquanto isso, o game Inside levou apenas 6 semanas para ter um crack lançado, um recorde para um jogo usando Denuvo.

Outro game que usa Denuvo, Deus Ex: Mankind Divided, foi pirateado pela CPY exatamente 3 meses depois de seu lançamento. Se a Square Enix seguir a mesma trajetória, a proteção deve ser retirada do game num patch que sair nos próximos meses.

Via: Guru 3D Fonte: Torrent Freak
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.