CNN pode ter transmitido 30 minutos de pornografia, mas ninguém tem certeza

A CNN dos Estados Unidos pode ter transmitido 30 minutos de pornografia hardcore no lugar de sua programação normal, no que imaginamos que teria sido um grande engano.

Até porque, naquele momento, o guia de TV marcava que deveria estar passando um novo episódio de Anthony Bourdain's Parts Unknown. Apesar de ser um enorme erro, ele teria afetado apenas telespectadores da cidade de Boston, onde a programação da CNN é providenciada pela provedora local RCN.

O problema é que a checagem de fatos para essa notícia, ao menos até o momento, não foi a melhor por parte dos veículos que serviram como fonte original da história.

Quem primeiro publicou a informação foi o site da publicação britânica The Independent, baseada apenas em tweets do usuário @solikearose. Depois de toda a polêmica, a conta se tornou privada.

Uma série de sites de notícia depois entraram na onda e começaram a postar sobre o assunto. Mashable, The New York Post, The Daily Mail, Esquire e Variety estão entre os nomes que escreveram reportagens baseadas apenas no tweet daquele usuário.

Depois de um tempo, finalmente surgiram declarações oficiais da CNN e da provedora RCN. "O operador de TV à cabo de Boston RCN colocou conteúdo inapropriado por 30 minutos na CNN na noite passada. A CNN pediu uma explicação", disse o comunicado da CNN.

- Continua após a publicidade -

Porém, isso não é uma prova definitiva de que isso aconteceu. Como a própria RCN conta, eles não receberam nenhuma reclamação de clientes. Isso é bastante estranho, considerando que a exibição da pornografia teria acontecido às 23h, no horário local.

A empresa ainda tentou contatar o usuário que teria feito a denúncia através do Twitter, e pediram uma resposta através de mensagem direta. Até o momento, não há uma confirmação de que eles receberam uma resposta, nem de se a história é verdade ou não.

Via: The Verge
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.