Nvidia ou ATI/AMD: veja quem vendeu mais GPUs por trimestre desde 2002 até 2016

Tanto a divisão Radeon da AMD – e antigamente da ATI – quanto a divisão GeForce da Nvidia possuem uma bela e longa história no mercado de placas de vídeo dedicadas para computadores. O pessoal do site 3Dcenter resolveu fazer um gráfico que mostra como foi a variação das vendas relativas dessas companhias desde 2002 até hoje.

Como dá para perceber, a Nvidia dominou do 4º trimestre de 2002, quando tinha 65% do mercado, até o final de 2003, quando tinha 50% das vendas. A ATI teve uma bela reação em 2004, com as excelentes vendas da Radeon X800 e sua família. A companhia chegou a ter 58% do mercado naquele ano, contra 38% da Nvidia.

As coisas continuaram assim enquanto a Nvidia tinha dificuldades com a sua GeForce série 6, até a chegada da série 7 em 2005. A partir dali, nem o lançamento da série Radeon X1000 foi suficiente para levantar a gigante vermelha de volta. E até hoje a Nvidia tem o domínio do mercado.

Esse domínio atingiu um ápice recentemente, no 3º trimestre de 2015. Naquela ocasião, poucos meses depois da chegada da série GeForce GTX 900, a Nvidia atingiu um recorde de 80% do mercado. A AMD sofria com uma fatia de 20%, e com as críticas que não ter trazido muita coisa nova na série R300.

- Continua após a publicidade -

Aos poucos, as coisas vão mudando e a AMD tem recuperado o seu lugarzinho no mundo das placas de vídeo. No final do 3º trimestre de 2016, com o sucesso da série RX 400, a companhia já está com uma fatia de 27%.

Uma evolução incrível

O gráfico que você confere acima é o resultado de uma longa pesquisa, é claro. Isso também acaba sendo legal para ver como a indústria evolui durante esse tempo.

Em 2002, os PCs mais poderosos tinham uma placa de vídeo das série ATI Radeon 8000 ou 9000, ou Nvidia GeForce MX ou Ti. Tratam-se de GPUs que tinham 64 MB ou 128 MB de memória de vídeo onboard. As mais luxuosas tinham 8 unidades de pixel shader. Isso era exibido em monitores de resolução 1024 x 768, e gerenciado por APIs como DirectX 8.1 e OpenGL 1.3.

Hoje em dia, em 2016, já se passaram quase 15 gerações de placas de vídeo. A memória onboard dos modelos mais recentes atinge 4 GB e até 8 GB. Uma GeForce GTX 1080 tem 2560 shading units, enquanto uma Radeon R9 Fury X tem 4096. A maioria dos monitores são 1920 x 1080, e as APIs mais novas são DirectX 12 e a Vulkan.

Via: TechPowerUp, Guru3D Fonte: 3D Center
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Deve ter lançamentos como leve melhorias na mesma arquitetura

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.