Facebook cria ferramenta para governo chinês controlar publicações

O Facebook está desenvolvendo uma ferramenta de censura para sua plataforma na China. O software da empresa vai permitir que o Governo chinês tenha acesso aos conteúdos e que possa excluir publicações na rede social. Essa estratégia pode garantir que o Facebook volte a atuar no país.

Facebook "não está criando bolhas de pensamento", afirma Zuckerberg

O software será um recurso controlado pelo governo chinês e vai atuar em determinadas regiões do país. A informação veio do jornal New York Times por meio de fontes anônimas relacionadas à empresa que vazaram sobre a ferramenta confidencial.

Se o Facebook atuar no mercado chinês, onde a rede social foi bloqueada, mais de um milhão de usuários poderiam aderir à plataforma. O New York Times acrescentou que o desenvolvimento da ferramenta foi possível graças às relações estabelecidas entre o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, e líderes chineses.

Facebook poderia parar notícias falsas, mas não o faz por medo dos conservadores

"Dizemos há muito tempo que estamos interessados na China e em despender mais tempo a compreender e a aprender mais sobre o país", disse um porta-voz do Facebook, em comunicado.

Tags
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Mariela é jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina e gosta de jogos de luta e MOBAs. Foi estagiária do Adrenaline e Mundo Conectado e atualmente é redatora freelancer em ambos os sites.

Em jogos single-player como Resident Evil Village, você prefere:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.