Twitter reafirma postura anti-vigilância e diz que não vai atuar como ferramenta de espionagem

O Twitter reafirmou nessa semana sua postura anti-vigilância na plataforma. A rede social já tinha se declarado contra serviços de espionagem, bem como uso de programações que investigam dados de seus usuários."Como empresa, nosso compromisso com a justiça é fundamental para nossa missão. Nossas políticas nessa área (privacidade) são de longa data", declarou a empresa em seu blog.  

A plataforma é contra a utilização de APIs públicas para rastrear perfis. A rede social alertou desenvolvedores que não vai participar da criação de ferramentas de espionagem, e disse que aqueles que não seguirem as regras da rede social estarão sujeitos a terem seus contas banidas. "Proibimos desenvolvedores que usem dados do Twitter para fins de vigilância".

O Twitter ainda publicou em seu blog que a grande maioria dos desenvolvedores respeita a privacidade de usuários. Mas enquanto a vigilância não encerrar completamente, a plataforma vai continuar a proteger a privacidade das contas. "Vamos expandir e fortificar ferramentas de privacidade, incluindo adicionar mais recursos para investigar quem está utilizando a plataforma e APIs para espionagem".

Via: The Inquirer
Tags
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Mariela é jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina e gosta de jogos de luta e MOBAs. Foi estagiária do Adrenaline e Mundo Conectado e atualmente é redatora freelancer em ambos os sites.

Em jogos single-player como Resident Evil Village, você prefere:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.