SpaceX pretende lançar mais de 4 mil satélites para criar sistema de internet global

Elon Musk apresentou na última quinta-feira mais um de seus planos que podem mudar a humanidade: a SpaceX, empresa privada do bilionário, pretende lançar 4425 satélites no espaço para a criação de um sistema de internet global com mais cobertura e velocidade.

Na semana passada, Musk apresentou a documentação necessária a Federal Communications Commission, órgão regulador dos Estados Unidos, para dar continuidade ao projeto. Segundo a descrição da empresa, "o sistema é feito para prover serviços de comunicação de longo alcance para residências, comércio, instituições e governos mundialmente".

Inicialmente, serão lançados 800 satélites para cobrir os territórios dos Estados Unidos. Cada satélite terá o tamanho aproximado de um carro, com peso de 386 kg, e serão alimentados por energia solar -- com painéis da SolarCity, certamente.

Na documentação apresentada, a SpaceX não revela o custo final do projeto, mas, em janeiro de 2015, Musk comentou que uma empreitada do tipo custaria cerca de US$ 10 bilhões.

Esta não é a primeira iniciativa privada para criar uma rede de internet, mas é uma das mais ambiciosas. A companhia aeroespacial Boeing registrou um projeto de criação de uma constelação de satélites. A startup OneWeb também pretende montar uma rede com 700 satélites ao redor do mundo até 2019.

- Continua após a publicidade -

Levando em conta o dinheiro e os pensamentos megalomaníacos de Musk, além do apoio de grandes empresas como Alphabet e a Fidelity Investments, possivelmente teremos mais novidades sobre a rede de satélites da SpaceX em breve.

Via: Reuters
Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.