Benchmarks mostram que GTX 1050 Ti em notebooks tem clock maior do que em desktops

O site Guru3D publicou especificações e resultados de benchmarks da GeForce GTX 1050 Ti, da Nvidia, em notebooks. Como já foi mostrado em nossas análises, a GTX 1050 Ti é placa de baixa potência com desempenho suficiente para rodar jogos em 1080p, o que seria uma GPU muito indicada para dispositivos portáteis. Então, abaixo temos as especificações da GPU com  768 núcleos CUDA, 48 TMUs, 32 ROPs, interface de memória de 128-bit e 4GB de memória GDDR5.

A GTX 1050 Ti Mobile mostra um clock de núcleo de 1490 MHz e 1624 MHz em GPU Boost. Enquanto isso, o modelo de desktop (referência) tem clock de núcleo de 1290 MHz e 1392 MHz em GPU Boost, segundo alguns relatórios.

Análise ZOTAC GeForce GTX 1050 Ti Mini

Ou seja, os benchmarks mostram que a GTX 1050 Ti para dispositivos portáteis é até 10% mais rápida do que a GTX 970m. Nos testes a seguir podemos ver o desempenho da GPU; a porcentagem é o resultado comparado a GTX 970m).

- Continua após a publicidade -

Análise Gigabyte GeForce GTX 1050 Ti G1 Gaming

É importante lembrar que apesar de os clocks base e Boost estarem mais altos, talvez as frequências em uso não batam os valores que a GTX 1050 Ti de desktop possa alcançar como GPU Boost 3.0. Isso porque se trata de um notebook limitado em parâmetros de resfriamento e tensão. Em nossos gameplays, a 1050 Ti chegou a quase 1700 MHz. Os primeiros laptops com GPUs GTX 1050 Ti são esperados para o início de 2017. 

Via: Guru3D Fonte: Video Card Z
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Mariela é jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina e gosta de jogos de luta e MOBAs. Foi estagiária do Adrenaline e Mundo Conectado e atualmente é redatora freelancer em ambos os sites.

Em jogos single-player como Resident Evil Village, você prefere:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.