Patentes do Nintendo Switch podem revelar recursos "secretos" do console

A Nintendo mostrou o seu novo console, o Nintendo Switch, na quinta-feira passada, mas é claro que a companhia não iria revelar todos os recursos do console logo em seu primeiro trailer. Cavando pelas patentes do vídeo game, o pessoal do Polygon encontrou algumas funções que não apareceram no vídeo, mas que podem ser incorporadas no lançamento.

Um dos recursos mais interessantes, e dos que menos se tem informação, seria a capacidade do console projetar imagens, que aparece em algumas patentes. Associado a um sensor de gestos, essa projeção poderia influenciar no gameplay de alguns jogos. No exemplo da patente, o usuário aparece segurando uma bolinha projetada para jogar para um rebatedor "dentro" do Switch. Reiterando esse reconhecimento de gestos, uma outra patente mostra o usuário jogando pedra, papel ou tesoura com o Nintendo Switch, que reconhece a jogada da pessoa "vendo" a mão dela com os sensores do aparelho.

É importante ressaltar, porém, que a existência de uma patente não é de maneira alguma a confirmação que a tecnologia estará presente no produto. Toda empresa registra tantas patentes quanto possível para garantir a propriedade intelectual caso decidam implementá-la, mas isso não significa, necessariamente, que ela vai optar de fato por incorporar o recurso. Até março do ano que vem, quando o console será realmente lançado, teremos novas informações do Nintendo Switch com certeza. Possivelmente até uma Nintendo Direct só sobre o vídeo game.

Fonte: Polygon
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Quem estava pior no primeiro vídeo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.