Samsung ainda não sabe o que aconteceu com Note7 e pode atrasar Galaxy S8

Mesmo depois de admitir que o Galaxy Note7 foi um produto que "deu errado", a Samsung continua investigando o motivo de sua bateria superaquecer e explodir em alguns casos. A Gigante Coreana anunciou que o dispositivo não será mais fabricado, e segundo um artigo publicado no The Wall Street Journal, ela ainda não constatou a razão dos acidentes. Com isso, as pesquisas para saber sobre os problemas do Note7 podem afetar e atrasar o lançamento do Galaxy S8.

Viajar de avião com Galaxy Note7 agora é crime federal nos Estados Unidos

Semanas depois do recall para tirar o smartphone problemático do mercado, a Samsung "ainda não chegou à uma conclusão do porquê o Note7 pegar fogo", disse a própria companhia ao TWSJ. Desde o mês de agosto, quando começaram os primeiros acidentes com o dispositivo, a empresa tem investigado as falhas no hardware. Não conseguindo consertá-lo, a Samsung iniciou um recall de 2,5 milhões de unidades do produto.

Mais de um milhão de usuários se recusam a devolver seus Galaxy Note7 defeituosos

Mesmo após meses de pesquisa, nenhuma declaração oficial sobre o problema do Note7 foi publicada. E a fabricante coreana ainda adicionou que "o desenvolvimento do Galaxy S8 poderá atrasar duas semanas até que os problemas do Note7 sejam solucionados".

Samsung manda funcionários não falarem sobre Galaxy S8, mas eles seguem vazando specs

Via: The Verge
Tags
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Mariela é jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina e gosta de jogos de luta e MOBAs. Foi estagiária do Adrenaline e Mundo Conectado e atualmente é redatora freelancer em ambos os sites.

Com o GeForce Now e o xCloud surgindo como opções, qual seu plano a médio prazo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.