Mais de um milhão de usuários se recusam a devolver seus Galaxy Note7 defeituosos

Dados levantados pelo jornal sul-coreano JoongAng Daily apontam para mais de 1 milhão de usuários ao redor do mundo que não estariam dispostos a abrir mão de seus Galaxy Note7, mesmo depois de dois recalls e da desistência completa da Samsung em fabricar e vender o aparelho. Isso estaria sendo ocasionado não só por uma falta de vontade em passar pelo processo de devolução do aparelho, mas principalmente pelo entusiasmo dos fãs do modelo.

Muitos desses usuários que não vão devolver o Note7, de acordo com o professor Choi Soon-hwa, são early adopters, realmente entusiastas do phablet, que estão mais do que felizes em correr o risco de uma explosão por todas as funções ou, até mesmo, "status" que o smartphone oferece, por não verem algum outro que seja similar à experiência de usar um desses. 

O problema é que o Galaxy Note7 não vai trazer problemas apenas para quem o está usando, oferecendo também um risco para a segurança de quem está ao redor. Prova disso são vias aéreas proibindo o aparelho ao redor do mundo, sendo que nos EUA pode até levar alguém à prisão. Enquanto isso, o surgimento de novos acidentes vai continuar a prejudicar o nome da Samsung, mesmo depois de seu esforço para tirar os aparelhos do mercado, já que foi a empresa que os lançou defeituosos pra começar.

Fonte: Phone Arena
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.