Samsung foi a única empresa responsável pelos testes das baterias do Galaxy Note7

De acordo com o Wall Street Journal, a Samsung pode ter sido a única culpada por deixar as baterias explosivas do Galaxy Note7 chegarem ao mercado. Segundo o jornal, a empresa foi a única responsável pelos testes de segurança com a bateria e todo o processo foi feito dentro de suas fábricas, sem uma revisão de companhias exteriores.

Para chegar ao mercado, as baterias de smartphone precisam de um certificado de segurança do CTIA (Cellular Telephone Industries Association), organização que regula a segurança de dispositivos móveis. Segundo o The Wall Street Journal, no caso do Galaxy Note7, a Samsung emitiu o certificado do aparelho em seu próprio laboratório, que é licenciado pelo órgão.


Um exemplar de Galaxy Note7 torrado

De acordo com especialistas da área, a prática de deixar todo o processo de testes dentro de uma só empresa normalmente é utilizado para preservar tecnologias em sigilo e acelerar a produção do aparelho. Uma das teorias que giram em torno do problema do smartphone explosivo é que o Galaxy Note7 teve seu lançamento acelerado para tomar a frente na competição com o iPhone 7.

De acordo com Tom Sawanobori, da CTIA, o laboratório da Samsung possui qualificações para emitir o certificado do órgão, está dentro das normas e o Galaxy Note7 é um caso isolado. "Nós já certificamos mais de 1500 baterias. Essa é a primeira vez que temos um problema", disse Sawanobori ao jornal.

- Continua após a publicidade -

Segundo o WSJ, a Lenovo, dona da Motorola, também usa seu próprio laboratório para fazer testes de bateria, mas manda os produtos para uma segunda avaliação fora das fábricas da empresa. A Apple, por outro lado, utiliza serviços de terceiros para fazer os testes, de acordo com a publicação.

No momento, a Samsung está fazendo o recall do Galaxy Note7 e buscando o motivo para a falha na bateria. A empresa espera uma queda brusca em seus faturamentos no próximo trimestre. Segundo estimativas de analistas, a empresa pode ter prejuízo de US$ 17 bilhões por causa da falha do Note7.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: Fortune
Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.