Primeira ministra do Reino Unido bane Apple Watch de reuniões oficiais por medo de hackers russos

De acordo com o jornal Telegraph, a primeira ministra do Reino Unido, Theresa May, proibiu os políticos de usarem o Apple Watch durante reuniões oficiais por receio de que os dispositivos sejam invadidos por hackers russos.

O jornal cita apenas que o Apple Watch foi proibido de ser utilizado nas reuniões, mas segundo o 9toFiveMac, a decisão se estende a qualquer aparelho vestível que pode ser invadido e usado para ouvir as reuniões.

Além dos vestíveis, os smartphones já foram barrados das reuniões de ministros do Reino Unido por questões de segurança de informação. Segundo uma fonte não identificada do jornal, "os russos estão hackeando tudo", o que teria levado Theresa May a tomar medidas extremas e proibir aparelhos eletrônicos em encontros do governo.

David Cameron, ministro que comandava o Reino Unido antes de May, era bastante aberto em relação a novas tecnologias e permitia o uso de dispositivos móveis e vestíveis nas reuniões do ministério. Theresa May assumiu o posto de primeira ministra em 13 de julho de 2016 e é a segunda mulher a assumir a posição no Reino Unido após Margaret Thatcher.

 

Fonte: Telegraph, 9ToFiveMac
Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.