Novos rumores afirmam que nem a Google estaria interessada em comprar o Twitter

O Twitter está à venda, mas parece que ninguém quer comprar. Informações iniciais a respeito de possíveis compradores para a plataforma apontavam para os típicos gigantes da tecnologia, como Google e Facebook, mas até para alguns nomes mais inesperados, como a Disney. Uma atualização das fontes extra-oficiais para o ReCode, porém, afirma que nenhuma dessas empresas teria realmente feito alguma oferta pelo Twitter ou que esteja realmente considerando adquirir a rede social.

Os primeiros reports de interesse podem ter sido alavancados pelos próprios intermediadores a fim de parecer que tinha muita gente interessada pelo Twitter, fazendo valorizar o preço do negócio. Enquanto a Google chegou a averiguar com seus consultores a respeito de uma possível compra, a empresa faz isso com todo negócio que poderia ser interessante pra ela e isso está longe de significar que ela está realmente se movimentando pra comprar.

A falta de interesse dos gigantes da tecnologia no Twitter surpreende, especialmente a Google, uma vez que a gigante das buscas até tentou entrar no ramo das redes sociais com o Google+, não sendo muito bem sucedida. Um dos principais motivos para afastar compradores, além do fato do Twitter não estar fazendo muito dinheiro na prática, seria também as polêmicas envolvidas na rede que é muitas vezes escolhida como uma válvula de escape de ódio e não são poucos os casos severos de assédio reportados pela mídia que, na maioria dos casos, são resolvidos com pouca eficácia ou agilidade pela administração da plataforma.

A SalesForce segue sendo a mais possível compradora para a plataforma.

Fonte: ReCode
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Quem estava pior no primeiro vídeo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.