WikiLeaks vai liberar documentos do Google e eleições dos Estados Unidos em breve

O WikiLeaks completou 10 anos e Julian Assange, criador da iniciativa, revelou qual será o foco do site que expõe documentações sigilosas em outubro: o Google e as eleições dos Estados Unidos.

O anúncio dos novos alvos foi feito durante uma conferência para celebrar a criação do portal, que ganhou um vídeo com os 10 mais importantes vazamentos feitos pelo WikiLeaks em sua primeira década.

De acordo com Assange, os documentos envolvendo o Google e as eleições norte-americanas trazem informações sobre vigilância em massa, guerra, tratados armamentísticos e de combustíveis fósseis. As informações serão liberadas durante as próximas semanas e tudo deve estar disponível na internet antes de 8 de novembro, dia em que ocorrem as eleições à presidência dos Estados Unidos.

Assange não comentou sobre os vazamentos envolvendo o Google, mas disse que as informações sobre as eleições serão bastante impactantes e envolverão os dois candidatos que podem liderar a maior potência do mundo. "Eu realmente sinto muito por Hillary Clinton e Donald Trump. Os dois são pessoas tormentadas por suas ambições, de jeitos diferentes".

- Continua após a publicidade -

As publicações serão feitas no site do WikiLeaks em breve e, de acordo com Assange, vão "corresponder as altas expectativas que existem nos Estados Unidos".

Via: The Verge
Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Quem estava pior no primeiro vídeo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.