Apple vai ter que pagar US$ 300 milhões por infração de patentes com o FaceTime

A Apple está perdendo em seu próprio jogo. Por determinação da Justiça dos EUA a Apple vai ter que pagar US$ 302,4 milhões para a VirnetX por ter usado tecnologias de segurança patenteadas pela empresa em seu aplicativo de chamadas de vídeo FaceTime. O que é interessante sobre este caso é que essa é a terceira vez que o júri decide em favor da VirnetX no mesmo processo.

O processo da VirnetX contra a Apple começou em 2010 quando a empresa processou a maçã pela violação de quatro patentes. O julgamento foi concluído em 2012 e a Apple foi condenada a pagar US$ 368 milhões para a VirnetX, mas a Corte de Apelos Federal dos EUA decidiu rever o veredicto, afirmando que houve problemas na maneira em que o juiz instruiu o júri no caso.

Em novo julgamento, a confusão foi maior, mas o júri novamente decidiu contra a Apple, dessa vez determinando o pagamento de US$ 625,6 milhões em multa. Nessa instância o próprio juiz do caso, Robert Schroeder, anulou a multa por entender que referências à decisão anterior confundiram os jurados e eles teriam sido injustos contra a Apple.

A decisão de agora, no entanto, deve permanecer. Na terceira vez em que o júri decidiu contra a Apple, foi determinada a multa de US$ 302,4 milhões que inclusive está alinhada com o que já havia sido pretendido pela VirnetX. O valor só pode acabar aumentando mais tarde, num novo procedimento da justiça, se for determinado que a Apple sabia das patentes e as violou mesmo assim.

Além disso, haverá ainda um outro julgamento, em outra queixa da VirnetX contra a Apple, a respeito de patentes que estariam sendo afetadas pelo iMessage. 

Contactada pela Reuters, a Apple se recusou a comentar o caso.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Reuters
Assuntos
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.