Serviço de caminhões autônomos da Uber deve entrar em ação em 2017

Além de investir em carros que dirigem sozinhos, o Uber deve entrar no mercado de caminhões em 2017. A companhia Otto, comprada pela Uber em agosto por US$ 680 milhões, pretende iniciar um serviço de fretes com caminhões autônomos no ano que vem.

De acordo com a Reuters, a Uber vai entrar, principalmente, dando apoio nos negócios e tecnologia de mapeamento para o serviço da Otto. A companhia já está entrando em contato com empresas para incluir a frota de 15 caminhões autônomos da startup em cadeias de entregas nos Estados Unidos.

Os caminhões da Otto possuem um sistema de direção autônoma mas necessitam de um caminhoneiro para controlar a tecnologia e também por questões de segurança. O mercado de caminhões e entregas movimenta cerca de US$ 700 bilhões por ano, número que justifica o investimento do Uber no setor.

Porém, apesar das possibilidades, a companhia deve enfrentar algumas dificuldades na indústria. De acordo com Kevin Abbott, executivo da companhia norte-americana C. H. Robinson, ""a indústria de transportes é firmada em relacionamentos e envolve muito mais fatores do que simplesmente encontrar uma peça de equipamento".

Para Lior Ron, a co-fundador da Otto, o padrão de qualidade da Uber em outros setores de atuação vai auxiliar a empresa a ultrapassar esse obstáculo do mercado. "No Uber, você aperta um botão e seu carro chega em três minutos. No mercado de cargas, o padrão são cinco horas de telefonemas para encontrar um caminhão para você".

Por enquanto, a Otto está promovendo testes fechados com sua frota de caminhões autônomos e, em breve, alguns testes com cargas leves vão começar a ser feitos nas ruas.

Via: Reuters
Assuntos
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

O quanto você valoriza a localização de um game?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.