Microsoft está retirando Lumias de circulação e pode encerrar vendas no fim do ano

A Microsoft já anunciou que não está mais trabalhando com smartphones de consumo, e parece que a companhia está saindo de vez das lojas. Segundo relatos enviados para o site Microsoft Power User, a dona do Windows está retirando os aparelhos Lumias de circulação

Segundo rumores, a Microsoft vai encerrar as vendas de dispositivos Lumia no final do ano, o que está ganhando força com as atitudes da companhia.

O site recebeu relatos de leitores que perceberam a ausência de dispositivos móveis Lumia nas lojas da Microsoft nos Estados Unidos. Até mesmo o Lumia 950 e 950 XL, lançados no ano passado, não estavam sendo exibidos nas vitrines.

O MSPower User também nota que a Microsoft também deu menos importância para os aparelhos Lumia na sua loja online, retirando os dispositivos móveis das categorias principais, que foram substituídos pelos serviços voltados para educação, como mostrado no print abaixo e também na loja da Microsoft.

Segundo o WinBeta, no Reino Unido, a Microsoft despachou todos os Lumia 950 XL para venda e encerrou a produção do dispositivo, o que acabou deixando assistências técnicas sem aparelhos do modelo.

- Continua após a publicidade -

Atualmente, o principal foco da empresa no mercado mobile é o sistema operacional Windows. No mês passado, a HP lançou o HP Elite x3, que está sendo lançado gradativamente mundialmente. O dispositivo é o smartphone mais potente a rodar o Windows Mobile e é praticamente um computador portátil que pode ser transformado num PC graças ao Continuum.

Via: MSPower User
Assuntos
Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Com o GeForce Now e o xCloud surgindo como opções, qual seu plano a médio prazo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.