Samsung congela vendas do Galaxy Note 7 e anuncia recall do aparelho após problemas com a bateria [+comunicado Samsung]

Update: A Samsung enviou seu posicionamento sobre o caso e disse que o lançamento do Galaxy Note 7 será adiado no Brasil por causa dos problemas com a bateria.

"A Samsung destaca que o produto ainda não foi comercializado no Brasil e seu lançamento no país será adiado. Esse processo visa garantir que a Samsung continuará a fornecer produtos da mais alta qualidade aos nossos clientes. Para mais informações a respeito do caso, por favor, entre em contato com nossa equipe de atendimento ao consumidor pelo telefone: 4004-0000 (capitais) e 0800-124-421 (demais cidades)"


Texto Original:
A Samsung parou de vender o Galaxy Note 7 e anunciou que irá fazer o recall dos smartphones vendidos após relatos de que a bateria do aparelho teria explodido. De acordo com a empresa, foram recebidos 35 reports em todo o mundo sobre o problema.

A companhia sul-coreana informou que vai investigar o caso junto com os fornecedores para identificar as baterias afetadas. Os consumidores que compraram um Galaxy Note 7 vão ter o aparelho substituído por outro ao longo das próximas semanas.

O Galaxy Note 7 é o smartphone mais recente da empresa. Anunciado no início de agosto, ele começaria a ser vendido no Brasil a partir do dia 23 de setembro por R$4.299,00. Entramos em contato com a assessoria da Samsung no Brasil para saber se o cronograma no país será mantido. Assim que tivermos o posicionamento da empresa, atualizamos a notícia.

Fonte: Samsung
Tags
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

Qual os planos para hardware esse ano?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.