Globalfoundries prepara-se para litografias em 22/20nm

A Globalfoundries, fundidora controlada pelos grupos Advanced Technology Investment Company (ATIC) e Advanced Micro Devices (AMD), informou esta semana que estÁ atualmente começando a dar os primeiros passos no sentido de projetar seus futuros chips com os processos de fabricação em 22nm, bem como em 20nm.

Recentemente a Taiwan Semiconductor Manufacturing Company (TSMC) havia anunciado que iria pular o chamado "half-node" de 22nm, migrando dos 28nm para 20nm. AliÁs, tanto a TSMC quanto a Globalfoundries decidiram enterrar a litografia em 32nm. O motivo estaria na dificuldade encontrada pela TSMC em adotar o padrão de 40nm, onde o processo de 32nm necessitaria basicamente dos mesmos materiais e design do atual padrão.

De acordo com Jon Carvill, diretor de comunicações corporativas da Globalfoundries, apesar do salto de 28nm para 22nm representar uma menor economia de custos e avanço tecnologia em relação a ir direto de 28nm para 20nm, o salto direto à litografia em 20nm resultaria na "morte" da fabricação em 16nm.

- Continua após a publicidade -

Por fim, o executivo disse ser muito cedo para afirmar qual seria o benefício em termos de performance e consumo de energia ao migrar para os 22/20nm, limitando-se apenas a informar que haveria sim algum ganho, embora com a tendência de ser menor do que se passar dos 40nm para 28nm.

Assuntos
Tags
  • Redator: Filipe Braga

    Filipe Braga

    Filipe Braga é um cearense extremamente simpático formado em Ciências da Computação e apaixonado por computadores e tecnologia em geral. Também participa de reviews de hardware, especialmente placas de vídeo, processadores e placas mãe.

Devem existir lançamentos de chips com melhorias na mesma arquitetura

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.