Facebook vai dar um jeito de mostrar publicidade até para quem usa ad block

Os ad blocks são o terror para sites que dependem de receita através da publicidade, ao reduzir a visibilidade dos banners e impactar nessa fonte de renda. O Facebook anunciou que vai "dar um jeito" nos usuários de PC que bloqueiam as publicidades dentro da rede social, fazendo a instalação de plugins em seus navegadores para bloquear conteúdos de propaganda.

A solução é um software capaz de burlar o bloqueio, e exibir banners mesmo para os usuários que instalaram programas para evitar esses conteúdos. O esforço parece de pouca importância, já que 84% da receita do Facebook tem como origem a publicidade em smartphones, mas a fatia de computadores de mesa ainda representam quase 1 bilhão de dólares no último trimestre. "Algumas empresas que desenvolvem softwares de ad block aceitam dinheiro para exibir publicidade em áreas onde anteriormente o software bloqueou, uma prática que na melhor das hipóteses confunde o público e reduz a renda necessária para manter o jornalismo e outros serviços gratuitos que gostamos na web", acusa Andrew Bosworth, VP do Facebook, em postagem no blog da empresa.

Além de seu método anti-ad block, a empresa também anunciou uma nova ferramenta para que seus usuários personalizem as publicidades que são exibidas na rede social. De acordo com o Facebook, ao criar uma conta gratuita, o usuário aceita o uso de dados sobre sua atividade e localização para venda de publicidade direcionada. Os novos mecanismos tentam criar um "meio termo" onde o usuário também pode atuar determinando alguns parâmetros acerca das publicidades que são exibidas em seu feed.

Os ad blocks fazem parte de uma polêmica sobre a forma de renda de plataformas e sites na web. Muitos dos serviços se desenvolveram de forma gratuita, utilizando a publicidade como forma de fomento. O uso de bloqueadores desses conteúdos impacta na renda e pode chegar a inviabilizar serviços que utilizam dessa fonte de recursos, e já existem até "pedidos de socorro" de sites que estão encontrando dificuldades em manter suas operações

Via: Business Insider, Recode Fonte: Facebook Blog
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.