Entenda as diferenças entre chipsets Z170, H170, B150 e H110 nas placas-mãe ASUS

Para quem quer montar um novo PC e otimizá-lo com uma CPU Intel Skylake, é necessário entender algumas diferenças entre os chipsets Z170, H170, B150 e H110 nas placas-mãe ASUS. Basicamente, quanto maiores forem os números, mais recursos estarão disponíveis naquele chipset. Então, as séries 170 podem oferecer mais do que as 150 e 110. A parte numérica "Z" indica que a placa-mãe pode fazer overclock, o que significa que se você optar por processadores i5-6600K ou i7-6700K, o chipset Z170 é indicado para mais desempenho.

Para usuários que não estão interessados em overclock e preferem custo/desempenho, então processadores i5-6500, i5-6400 ou i3-6320 são uma boa indicação para trabalharem nas placas-mãe ASUS. Os modelos B150 (como os Q150 e Q170) servem muito bem tanto para usuários business quando para gamers que procuram um médio orçamento. Os processadores i3 de entrada e Pentium são os clássicos para as placas-mãe B150. Já as séries Pentium e Celeron trabalham muito bem nas H110. 


Z170
Como já explicado antes, os chipsets Z170 oferecem a possibilidade de overclock. Além disso, estes modelos de placas-mãe ASUS apresentam mais conexões PCI-Express, USB 3.0 e slots M2/U.2. São uma boa opção para usuários que consideram fazer SLI ou CrossFire de placas de vídeo. O Z170 é indicado para overclockers e gamers que querem o maior desempenho e respostas mais rápidas. 

ASUS anuncia suas novas placas-mãe Z170, com a linha ROG Maximus VIII no topo das novidades

- Continua após a publicidade -

Modelos de placas-mãe ASUS ROG Z170 e Z170 Pro Gaming:
Maximus VIII Extreme/Assembly
Maximus VIII Extreme
Maximus VIII Hero Alpha
Maximus VIII Hero
Maximus VIII Formula
Maximus VIII Ranger
Maximus VIII Gene
Maximus VIII Impact
Z170 Pro Gaming / Aura
Z170 Pro Gaming
Z170I Pro Gaming
Z170 MARK1 Sabertooth
Z170 Deluxe

H170
O H170 segue quase as mesmas especificações do Z170, salvo o recurso de overclock. O chipset apresenta um menor número de conexões e opções de armazenamento, mas ainda possui as mesmas tecnologias presentes no Z170. 

As placas-mãe ASUS com chipset H170 são indicadas para usuários que não pretendem fazer overclock mas ainda assim querem um desempenho mais rápido. Gamers podem ter um armazenamento rápido com a opção de M2/U.2 e potenciais extras do hardware com os programas que acompanham a placa.

Modelos de placas-mãe ASUS H170 PRO Gaming:
H170 PRO GAMING

- Continua após a publicidade -

B150
Os chipsets B150 trazem um sistema rápido e simples. Indicado para jogadores que utilizam apenas uma GPU e que optam por conexões mais rápidas, como SATA. A placa oferece demais conexões para outras unidades e periféricos USB, mas não é otimizada para RAID ou overclock.

Modelos de placas-mãe ASUS B150 PRO Gaming:
B150 PRO Gaming
B150 PRO Gaming D3
B150 PRO Gaming / Aura
B150I PRO Gaming / Aura
B150I PRO Gaming / WIFI / Aura
B150M PRO Gaming

ASUS ROG desenvolve sistema Fan Control; gerencie fans externos para resfriar a GPU

H110
As placas-mãe ASUS H110 são hardwares com desempenho "de entrada". Nelas, as conexões DMI são limitadas à uma velocidade mais lenta (5GT/s vs 8GT/s). Não há PCI-Express 3.0, possui menos conexões USB e apresenta apenas dois slots DIMM. Os modelos H110 são indicados para usuários de nível de entrada que querem um PC moderno, eficiente e estável, mas que não se preocupam em usar recursos avançados ou em upgrades futuros.

Modelos de placas-mãe ASUS H110
H110M-A
H110M-A / M.2
H110M-A / DP
H110M-PLUS D3
H110-PLUS

Via: Republic of Gamers
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Mariela é jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina e gosta de jogos de luta e MOBAs. Foi estagiária do Adrenaline e Mundo Conectado e atualmente é redatora freelancer em ambos os sites.

  • Redator: Adrenaline

    Adrenaline

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.