Conheça as equipes HyperX que vão disputar o The Dota 2 International 2016

Os International Wild Cards e a fase de grupos já foram, mas o evento principal do The Dota 2 International 2016 está apenas começando. No torneio, 16 equipes vão disputar uma premiação total de US$ 19,6 milhões (R$ 63 milhões), com o time vencedor sozinho levando US$ 8,6 milhões (R$ 27 milhões).

Dentre estes times estão 4 patrocinados pela HyperX, incluindo 3 que ganharam convite direto para o torneio por terem apresentado excelente desempenho na temporada. São elas: Team Liquid (Europa), LGD Gaming (China) e Na'Vi (Ucrânia). Além delas, ainda tem a Vici Gaming Reborn, que se classificou diretamente pelas eliminatórias da China. Conheça mais sobre essas equipes abaixo:

Team Liquid
Europa (Holanda, Finlândia, Alemanha e Bulgária)

A equipe começou com o nome de 5Jungz, e basicamente consiste de alguns dos melhores jogadores da Europa, que se separaram de seus times anteriores pelos mais diversos motivos – desde serem expulsos até o fim dessas equipes. O pilar centra da Liquid é o support e capitão Kuro "KuroKy" Takhasomi, ex-jogador da badalada Team Secret e da Na'Vi – equipe pela qual já disputou até final de International.

Nesta temporada 2016, a Team Liquid já mostrou todo o seu potencial, numa incrível série de bons resultados que começou com o Major de Xangai, em março. Eles alcançaram a final e só pararam na Team Secret, que os derrotou por 3 a 1. Apesar disso, eles se mostraram a equipe mais consistente nos 3 primeiros Major da temporada, com exceção talvez da OG, que foi campeã em Frankfurt e em Manila. Isso porque a Team Liquid também foi segundo lugar em Manila, e chega no International pronta para subir o último degrau que falta.

- Continua após a publicidade -

Fique de olho: a equipe é muito forte quando JerAx está em seu fortíssimo Earth Spirit, assim como quando KuroKy tem a chance de demonstrar porque ele é, para muitos, o melhor jogador de Rubick do mundo. Junte isso com um carry, um mid e um offlaner extremamente ativos e você tem uma equipe bastante ameaçadora.

Elenco:
MATUMBAMAN (Carry)
FATA- (Mid)
MinD_ContRoL (Offlaner)
JerAx (Support)
KuroKy (Support/Capitão)

 Na'Vi (Natus Vincere)
Europa (Ucrânia, Rússia)

Quase qualquer fã do cenário competitivo de Dota 2 conhece a Natus Vincere (ou Na'Vi), equipe que esteve em nada menos do que nas 3 primeiras finais do The Dota 2 International. Eles se saíram como os grandes vencedores da primeira edição, em 2011, e depois venderam caro a derrota controla IG e Alliance nas edições seguintes.

Depois de todo esse sucesso, a equipe passou por alguns momentos bem complicados do ponto de vista esportivo, e então passou pela primeira séria troca de elenco em 2 anos. Isso resultou num fiasco no International 2015, com a equipe acabando o torneio na última colocação.

- Continua após a publicidade -

Mesmo assim, a base do ano passado foi mantida, com a adição do Carry Ditya Ra e do Offlaner GeneRaL, resultando numa lineup que encaixou muito bem e conquistou excelentes resultados em 2016. Eles chegaram a nada menos do que 4 finais de torneios importantes em 2016, o que rendeu o convite direto para o International. Alguém duvida que eles chegam forte?

Fique de olho: Apesar de muitos serem da opinião de que Dendi não é mais o mesmo, ele ainda pode dar muito trabalho ao time adversário. Ele faz muita diferença seja em picks mais confortáveis, como Invoker, Puck, Magnus e mesmo Pudge, ou em heroes que estão mais fortes no meta, como Death Prophet ou Timbersaw. Como um dos melhores supports da Europa, SoNNeikO tem gigantesco impacto no jogo com sua tradicional Winter Wyvern e com o Io. Também fique de olho quando Ditya Ra conseguir jogar com seu Ember Spirit.

Elenco:
Ditya Ra (Carry)
Dendi (Mid)
GeneRaL (Offlaner)
SoNNeikO (Support/Capitão)
ArtStyle (Support)

LGD Gaming
Ásia (China)

O Major de Xangai foi uma grande decepção para todas as equipes chinesas, que ficaram todas entre a 9ª e a última colocação do torneio. Como é de se esperar de organizações esportivas – mesmo que de eSports – todo o cenário de Dota da China passou por grandes mudanças. Todas as equipes foram atrás de reforços e mudaram bastante seus elencos.

A LGD Gaming, mesmo tendo ficado em 9º lugar no Major, não foi diferente. Da equipe que ficou em terceiro lugar no The International 2015, ficaram apenas o capitão Xiao8, o veterano support MMY e o famoso mid Maybe. A eles, se juntaram o carry Agressif – vice-campeão ano passado pela CDEC – e o support September, famoso pelos jogos públicos. Infelizmente, Sep não conseguiu visto para os Estados Unidos, e então foi substituído pelo técnico da equipe, Banana.

Apesar do início lento, o novo elenco da LGD foi rápido para se adaptar ao novo patch e logo conquistaram o 3º lugar o Starladder & i-League Invitational. No Major de Manila, eles conseguiram um bom 4º lugar num torneio bastante imprevisível, onde 95 heroes diferentes foram escolhidos. Já no patch atual, o 6.88, eles ainda ficaram em terceiro lugar o Nanyang Dota 2 Championships, provando que a equipe é sempre uma boa aposta para, ao menos, chegar na final da chave dos perdedores.

Fique de olho: Apesar do hero estar saindo do metagame, Invoker ainda é um pick com o qual os adversários da LGD vão se preocupar, tamanha é a habilidade de Maybe com ele. Xiao8 também consegue fazer bastante quando joga de Beastmaster, além de ser um dos melhores drafters do eSport.

Elenco:
Agressif (Carry)
Maybe (Mid)
Xiao8 (Offlaner/Capitão)
Banana (Support)
MMY (Support)

 Vici Gaming Reborn
Ásia (China, Macau)

Assim como a LGD, a Vici Gaming também debandou, depois de ficar em 16º no Major de Xangai. Com isso, Fy, Fenrir, icex3, super e Burning foram para 4 equipes diferentes. Com isso, a solução para o experiente support Fy foi olhar para a "equipe B", Vici Gaming Potential. Ele então se juntou com o habilidoso cyber-atleta Yang para formar a Vici Gaming Reborn. Infelizmente, Yang não estará no International por causa de problemas de visto. Em seu lugar estará Mikasa, o técnico da equipe, que comandou a Newbee ao título do International 2014.

Outro experiente support, DDC, veio da LGD Gaming. Para completar a equipe, veio Zyf (também conhecido como End), da Vici Gaming Potential e Nono, que estava no que seria a "equipe C" da CDEC, os Avengers.

Desde que foi formada, a equipe conquistou o StarLadder i-League Invitational, mas ficou apenas em 7º do Major de Manila e em 5º do Nanyang. Esses 5 meses foram cheios de altos e baixos para o time, e ninguém sabe qual VG.R vai aparecer para o International. Na fase de grupos, eles ficaram em baixa, com 2 empates, 4 derrotas e apenas 1 vitória.

Fique de olho: O carry Zyf se dá muito bem quando pode jogar de maneira agressiva, especialmente se ele coloca as mãos na Weaver. Claro que não dá para esquecer do melhor jogador da equipe, o support Fy, que faz jogadas incríveis com Rubick e consegue ser impactante com a maioria dos personagens de suporte do metagame.

Com informações de PC Gamer e do fórum Liquid Dota.

Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Qual os planos para hardware esse ano?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.