Uber investe US$ 500 milhões para criar novo sistema de mapeamento

De acordo com um relatório do Financial Times, a companhia Uber investiu meio bilhão de dólares em um novo projeto de mapeamento. A iniciativa poderá melhorar o sistema do serviço de caronas e não depender mais do recurso Google Maps. Isso porque o Google Maps tem precisão limitada em muitos países orientais, segundo o Tech Crunch. Outra razão é porque a Google teria aumentado o custo do serviço de localização.

A Uber não fez comentários sobre o investimento, mas divulgou em seu blog a contratação Brian McClendon, um ex-engenheiro do Google Maps e responsável por criar o Google Earth. O engenheiro será responsável pela construção de novo sistema de mapeamento do Uber. 

A Uber também adquiriu algumas tecnologias de mapeamento e contratou engenheiros da Microsoft para seu projeto, além de fazer parcerias com empresas de sistemas de navegação como TomTom e Digital Globe.

O novo projeto será um grande benefício para qualquer pessoa que usar o Uber fora dos Estados Unidos. " Estamos investindo porque há a necessidade contínua de mapas sob medida para a experiência Uber", disse o engenheiro McClendon. "As imagens capturadas pelo nosso novo mapeamento vai ajudar a melhorar elementos como pontos de encontro e pontos de entrega, e calcular melhor rotas para motoristas".

Fonte: Tech Crunch
Tags
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

Quem estava pior no primeiro vídeo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.