Exposição de arte no Japão permite interação com as obras via smartphone

O coletivo de arte TeamLab usou tecnologia e o fato de que quase todo mundo utiliza smartphones para promover uma bela experiência artística em Tóquio. Em 16 de julho, o grupo abriu a exposição "A Wolrd of Wonders", que traz salas com exibições digitais que podem ser controladas pelo visitante via smartphone.

O coletivo disponibilizou vídeos de demosntração das três experiências interativas. A primeira, chamada de "Wander Through the Crystal Universe", pode ser vista acima. O visitante fica dentro de um quarto com cristais suspensos no ar e pode controlar as luzes e luminosidade do local via app.

A segunda experiência se chama "Floating in the Falling Universe of Flowers" e traz uma flora digital num espaço de 20 m². O visitante pode controlar os movimentos e adicionar novos elementos para a exibição.

A terceira exibição tem o longo nome "Drawing on the Water Surface Created by the Dance of Koi and People" e traz uma experiência de realidade aumentada. O show se passa numa sala com água rasa e peixes koi feitos digitalmente. Quando o peixe encosta na pessoa, uma explosão de luzes acontece e o local fica mais brilhante.

- Continua após a publicidade -

Se você tem viagem marcada para Tóquio, a exibição estará disponível até dia 31 de agosto por 2,000 yen, cerca de 64 reais. Mais informações estão disponíveis no site da TeamLab.

 

 

Via: Cnet
Assuntos
Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Qual a sua marca de mouses para jogos favorita? - Pesquisa de Periféricos 2020

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.