IDC: envios do Watch despencam e smartwatches caem 32% no segundo trimestre de 2016

Dados da IDC mostram a primeira grande queda na venda de smartwatches nesse segundo trimestre de 2016. Os vestíveis sofreram uma retração de 32% comparado ao mesmo período do ano passado, com o envio de 3.5 milhões de unidades globalmente. No Q2 de 2015, haviam sido enviados 5.1 milhões de dispositivos.

Foi a queda de uma empresa que levou ao resultado global negativo: a Apple retraiu 55% sua participação, comparado ao segundo trimestre de 2015, reduzindo o envio do Apple Watch de 3.6 milhões de unidades para 1.6 milhões em 2016. A empresa caiu sua participação no mercado de 72% para 47%, porém ainda mantém a liderança com folga. Samsung e Lenovo, próximas empresas no ranking, tiveram um crescimento expressivo, mas distribuíram no trimestre 600 e 300 mil dispostiivos, respectivamente.

Os dados do IDC só incluem smartwatches capazes de "ganhara novas funções através da instalação de apps". Dessa forma, ficam de fora concorrentes como a FitBit, Withings Activité e Pebble, que são considerados "vestíveis básicos". Além das fabricantes de smartphones, interessante observar a grande presença da Garmin, mesmo com seu foco mais direcionado ao segmento esportivo.

Segundo o Ramon T. Llamas, pesquisador do IDC, há uma grande ausência das tradicionais fabricantes de relógios, algo que teria uma influência positiva na qualidade dos modelos, design e ergonomia. Até o momento, apenas algumas poucas empresas tradicionais de relógios se aventuraram no mercado dos vestíveis inteligentes, caso da Tag Heuer, Cassio e Fossil.

Fonte: Business Wire
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.