Apple paga US$ 25 milhões para encerrar processo sobre patente

A Apple concordou em pagar US$ 25 milhões para encerrar um processo por violação de patente feito pela Network-1 Technologies. A empresa iniciou o caso contra a Gigante de Cupertino por violar mais de uma patente sua a partir de 1999, que, basicamente, descreve uma função do sistema de arquivos. A patente explica a tecnologia: "A presente invenção refere-se a um sistema operativo em que os documentos são armazenados numa ordem cronológica [...]".

Apple é acusada de infringir patentes de transmissão Wi-Fi de Universidade dos EUA

A origem do documento sobre a tecnologia teve início na Universidade de Yale em 1996. Seu criador, em seguida, fundou uma empresa chamada Mirror Worlds, que abriu uma ação contra a Apple. A ação judicial, sobre esta mesma patente, resultou em um julgamento de US$ 625.000.000, que mais tarde foi anulado. A patente foi vendida para a Network-1, que seguiu com uma nova ação judicial. 

Apple pode lançar iPhone 7 só em 2017, com ciclos de 3 anos em lançamentos

Como parte do acordo, a Apple também está a recebendo licenças para outras patentes da Network-1. É possível que os US$ 25 milhões pago para a Network-1 sejam também uma precaução para evitar litígios adicionais. Recentemente, a Microsoft pagou US$ 4.600.000 para encerrar uma ação judicial sobre a mesma patente.

Fonte: The Verge
Tags
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Mariela é jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina e gosta de jogos de luta e MOBAs. Foi estagiária do Adrenaline e Mundo Conectado e atualmente é redatora freelancer em ambos os sites.

Qual a sua marca de mouses para jogos favorita? - Pesquisa de Periféricos 2020

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.