RX 460 é suficiente para VR? Testamos a placa ainda nem lançada com o HTC Vive

Enquanto só temos disponível a RX 480 no mercado, fica a curiosidade pelo restante das placas da AMD baseadas na nova arquitetura Polaris, as RX 460 e 470. Direto do Polaris Tech Day tivemos a chance de jogar um pouquinho com o modelo de entrada, a Radeon RX 460, e em uma situação inusitada: em realidade virtual!

As placas de menor desempenho costumam ser evitadas no VR porque o estresse do sistema é muito maior em realidade virtual, onde é preciso renderizar uma imagem para cada olho e onde quedas nas taxas de quadros (FPS) resultam em experiências desastrosas, que podem culminar no enjoo do jogador. Pois a mais modesta das Polaris anunciada até o momento foi combinada com um HTC Vive, e contamos como foi a experiência para vocês!

Tags
amd
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Bingo pré-lançamento Radeon RX 6000. A Big Navi vai ser:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.