Testes mostram a RX 480 consumindo mais energia que o especificado via slot PCIe [+update]

[+update]: A AMD se pronunciou sobre a polêmica, afirmando que fará melhorias nas placas buscando solucionar eventuais problemas em seu desempenho, e que soltará novidades sobre como anda a nova versão na terça-feira. O pronunciamento completo, em tradução livre, é:

Nós continuamente ajustamos nossas GPUs com o objetivo de maximizar suas performance dentro de suas limitações de potência e velocidade das interfaces de memória, que nesse caso é composto por uma GDDR5 de 8 Gbps sem precedentes. Recentemente, identificamos cenários onde os ajustes de algumas RX 480 não está otimizado. Afortunadamente, nós conseguimos realizar esses ajustes via software para solucionar o problema. Nós já estamos testando um driver que implementa a correção, e vamos fornecer um update sobre nosso progresso para a comunidade na terça-feira (05/07)

[+texto original]: Com a chegada das análises da AMD Radeon RX 480, vários sites rodaram seus testes intensivos (inclusive os nossos) buscando verificar toda a performance que o produto é capaz de entregar. Entre os testes de desempenho e consumo, surgiu uma polêmicas nos testes: a placa estaria consumindo em excesso através do slot PCI Express.

Os resultados apareceram em testes do site Tom's Hardware e  do canal TecLab, sendo que ambos demonstraram um consumo acima da especificação permitida por essa conexão. A RX 480 possui um TDP estimado em 150W, sendo que o conector de energia de 6 pinos é capaz de alimentar a placa com 75W. O slot PCIe ficaria responsável pelos 75W restantes, atendendo a demanda energética do produto. Porém, em ambos os sites, foram medidos consumos que superavam esses valores, sendo que a sobrecarga acabava sendo compensada pelo slot PCIe. Nos testes do Tom's Hardware, a placa chegou a consumir 90W, enquanto o TecLab identificou picos em que a potência exigida através do slot chegaram a 126W, 68% acima do limite definido pela especificação dessa conexão.

- Continua após a publicidade -

 

Apesar de não significar necessariamente danos imediatos, a operação de um dispositivo fora dos padrões determinados pelo padrão PCI Express, que limita a alimentação através do slot a 75W, pode trazer uma carga de estresse a placa-mãe incompatível com seu componentes, aumentando sensivelmente a possibilidade de danos ao hardware. 

Além desse consumo excessivo, superando o design projetado da placa, a RX 480 em seu modelo de referência não mostrou resultados impressionantes em termos de aquecimento: a configuração padrão da placa opera com o target de 80ºC e durante nosso gameplay estabilizou em 82ºC. Agora fica a expectativa pelos modelos das parceiras e seus projetos próprios, que além de um sistema de resfriamento mais eficiente, devem também solucionar esse problema de alimentação da placa de vídeo, muito possivelmente incluindo conectores adicionais de energia.

Fonte: TecLab, Tom's Hardware
Tags
amd
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Pra você, quem merece o GOTY?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.