Hackers colocam à venda na Deep Web supostas senhas de 32 milhões de contas no Twitter

A segurança de mais de 32 milhões de usuários do Twitter pode ter sido comprometida, se o que um grupo de hackers está alegando na deep web for verdade. Eles estão tentando vender informações que incluiriam e-mails, endereços, nomes de usuário e senhas.

A informação pode ser encontrada no site LeakedSource, que é basicamente um motor de busca para dados vazados. É necessário pagar para ver os dados completos, mas dá para ao menos saber se você está ou não na base. E também dá para remover seus dados de maneira gratuita, se eles envolverem um endereço de e-mail.

Apesar disso, o Twitter diz que os seus sistemas não foram violados. "Nós estamos confiantes que esses nomes de usuários e essas credenciais não foram obtidos por uma violação de dados do Twitter – os nossos sistemas não foram invadidos. Na verdade, nós estamos trabalhando para manter as contas protegidas ao checar nossos dados e comparando-os aos que foram compartilhados em outros vazamentos", disse um representante da empresa".

Entre esses outros vazamentos, se destacam um do MySpace, que envolveu mais de 360 milhões de contas e um do LinkedIn, que envolveu outras 100 milhões de contas.

Baseado nos dados vazados, os responsáveis pelo LeakedSource acreditam que o vazamento aconteceu através de malware que infectou navegadores como Firefox ou Chrome, ao invés de ter sido obtido diretamente da base de dados do Twitter. A maior parte dos vazamentos parece ter acontecido na Rússia, sendo que 6 dos 10 serviços de e-mail que mais aparecem na lista são do país.

Desses dados, é interessante notar que a senha mais popular, usada 120 mil vezes, foi "123456", enquanto "password" apareceu 17 mil vezes.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: Tech Crunch Fonte: LeakedSource
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Qual a sua marca de headphones/headsets para jogos preferida? - Pesquisa de Periféricos 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.