Apple é acusada de infringir patentes de transmissão Wi-Fi de Universidade dos EUA

A Apple foi acusada pela Caltech, Universidade de tecnologia da Califórnia, por infringir patentes de transmissão Wi-Fi que a instituição havia protocolado. O processo está sendo analisado pela Corte Superior da Califórnia, de acordo com informações do site Cnet. Segundo a Universidade, a Gigante de Cupertino violou pelo menos quatro patentes de Wi-Fi.

Estudo comprova suas reclamações: iPhone 6 no Brasil é o mais caro do mundo

As tecnologias utilizadas pela Apple foram patenteadas entre 2006 e 2012, e utilizam os padrões recentes 802.11n e 802.11ac para transmitir o sinal de internet sem fio. Dispositivos iPhone, iPad, Mac e Apple Watch foram apontados como produtos que incorporam o padrão. O documento da ação também cita a Broadcom, empresa parceira da Apple que desenvolve chips Wi-Fi. 

A intimação da Universidade pede que os dispositivos da companhia que possuam a tecnologia patenteada sejam suspensos do mercado nos Estados Unidos, e que o valos das patentes infringidas sejam pagos. A Apple ainda não comentou sobre a acusação.

Não é a primeira vez que a Apple é acusada de infringir patentes. No ano passado a companhia teve que pagar R$ 1,5 bilhão ao violar direitos com o iTunes, e ela ainda está na disputa com a Gradiente pelo direito do nome "Iphone/iPhone".

iTunes está apagando músicas dos usuários sem permissão e Apple não sabe o motivo

Via: Cnet
Assuntos
Tags
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Mariela é jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina e gosta de jogos de luta e MOBAs. Foi estagiária do Adrenaline e Mundo Conectado e atualmente é redatora freelancer em ambos os sites.

Escolha sua arma:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.