Google planeja remover função do backspace no navegador Chrome; apenas 0,04% utilizam atalho

Os próximos planos da Google incluem remover a funcionalidade do backspace no navegador Google Chrome. O backspace serve como atalho para ir às páginas anteriores, e segundo estatísticas da empresa, apenas 0,04 % dos usuários utilizam a tecla como recurso para "voltar" as páginas.

Daydream é a plataforma do Google que traz a realidade virtual para dispositivos com Android N

A mudança já foi aplicada no Chrome 52, uma versão atualmente disponível para desenvolvedores. De acordo com planejamentos da Google, a versão oficial do Chrome 52 será lançada em 26 de junho deste ano. Quem utiliza o navegador atualmente e não gosta do backspace, pode usar algumas extensões que bloqueiam a função e estão disponíveis há vários anos. Mas Ojan Vafai, um dos desenvolvedores do Google, explicou o porquê: "Apenas 0,04 % utilizam o recurso, e tivemos muitas reclamações de usuários que perderam seus dados ao usar o backspace sem querer".

"Anos de reclamações dos usuários têm sido o suficiente para nós pensarmos que mudar é a escolha certa."
- Ojan Vafai, desenvolvedor do Google Chrome

Depois do anúncio, algumas discussões já começaram a aparecer. Muitos usuários argumentaram defendendo a navegação com backspace, dizendo que alternativas de Alt + seta para esquerda ou o botão "voltar" no canto superior esquerdo da janela eram inconvenientes. O porta-voz da Google sobre a decisão declarou que a empresa está ciente da frustração dos usuários e que irão liberar uma extensão para recuperar o atalho do backspace quando a nova versão do navegador for lançada.

Google Play Store e aplicativos Android chegarão ao Chrome OS em breve

Via: Ars Technica
Tags
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Mariela é jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina e gosta de jogos de luta e MOBAs. Foi estagiária do Adrenaline e Mundo Conectado e atualmente é redatora freelancer em ambos os sites.

Qual vai ser o melhor game de outubro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.