Uber é liberado em São Paulo e taxistas protestam contra a decisão

O prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) apresentou um decreto que libera os serviços de transporte individual por aplicativos, o que inclui o polêmico aplicativo Uber. O decreto será assinado na quarta-feira, 11, e traz pontos importantes para a regulamentação dos aplicativos do gênero na cidade.

Após a publicação do decreto, as empresas de tecnologia poderão se cadastrar e regulamentar seus serviços na capital paulista. Com a nova legislação, as companhias pagarão uma taxa de R$ 0,10 por quilômetro rodado com passageiro pelo uso das vias da cidade. Além disso, os motoristas terão que fazer cursos e treinamentos equivalentes aos dos taxistas.

Uber x Táxi: usamos os dois serviços e mostramos nossa experiência para você

No anúncio do decreto, representantes do Uber e do Easy Taxi estavam presentes e apoiaram a regulamentação dos serviços. O prefeito da cidade de São Paulo afirmou que a decisão será positiva para os motoristas dos aplicativos e também para os taxistas. Segundo Haddad, a regulação e concessão será feita de uma maneira que não prejudique nenhum dos setores.

Taxistas protestam contra a regulamentação

- Continua após a publicidade -

Além de anunciar o decreto de regulamentação dos serviços de aplicativos, o prefeito também revelou mudanças para agradar os taxistas. Agora, os veículos podem trafegar nas faixas exclusivas de ônibus mesmo sem passageiros e em qualquer horário do dia.

A nova medida não foi suficiente para conter os motoristas contrários ao Uber, que protestaram durante a terça-feira na cidade, fechando as principais avenidas em horário de pico.

Grupos de taxistas bloquearam algumas das vias de São Paulo a partir das 16h. Após negociações com a polícia, o movimento se dispersou próximo das 19h. Na avenida 23 de Maio, um caso de violência e vandalismo foi relatado: um veículo preto furou o bloqueio, avançando sobre os manifestantes, e foi depredado por um grupo, segundo a Folha de S. Paulo.

A regulamentação será assinada e liberada pelo prefeito Fernando Haddad amanhã, quarta-feira, 11. Com certeza, teremos repercussão do assunto durante o dia.

Via: , Folha de S.Paulo
Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Qual vai ser o melhor game de setembro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.