Agora é oficialmente proibido comer banana "de maneira erótica" em live streams na China

A vida dos chineses não é fácil. Não bastasse conviver com a poluição e carregadores explosivos num país extremamente populoso, eles agora vão precisar fazer tudo isso sem poder relaxar curtindo assistir uma bananinha erótica aos finais de semana. Isso porque o governo chinês, fã de proibir as coisas por lá, decretou que as populares live streamers chinesas não podem mais comer banana de um jeito insinuante ao vivo para o país.

Outras proibições incluem o uso de meias longas e suspensórios durante as lives, porque chineses. A decisão vem por causa da crescente popularidade de mulheres abaixo dos 22 anos fazendo live streams na China que, sem poder acessar nenhum conteúdo pornográfico, se contenta em assistir às moças apenas conversando, cantando, ou comendo uma banana de vez em quando. Segundo as autoridades, uma preocupação com a "moralidade social" fez com que fossem impostos mais limites no que pode ser feito nessas lives em que já não podia ser feita muita coisa.

O interessante da decisão é que ela não proíbe comer bananas durante uma live, mas apenas o "jeito erótico". Agora resta saber quais serão os critérios técnicos para se determinar a linha tênue entre o que é provocação e o que é alguém preocupado em não ter cãibras.

Fonte: BBC
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Qual vai ser o melhor game de setembro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.