Ex-CEO da Apple vai lançar o Obi MV1, smartphone de entrada e que roda Cyanogen

John Sculley já foi CEO da Pepsi e da Apple e é conhecido por ser o cara que despediu Steve Jobs da companhia que foi co-criador. Atualmente, o executivo vive longe dos holofotes e gerencia a Obi Worldphone, que vai seguir passos bem diferentes da empresa da maça e lançar um smartphone de entrada, com preço acessível e que rodará Cyanogen, o MV1.

De acordo com o Neowin, a Obi vai começar a vender o MV1 a partir do mês que vem no Reino Unido, mas o preço do smartphone ainda não foi revelado.

O MV1 conta com uma tela de 5'' IPS com Gorilla Glass 3, um processador Snapdragon 212, 2 GB de RAM e tem como sistema operacional o Cyanogen OS 12.1.1, baseado no Android Lollipop.

 

- Continua após a publicidade -

Especificações | Obi WolrdPhone MV1

- Display: 5'' IPS com resolução 720 x 1280 e Gorilla Glass 3
- Processador: Snapdragon  212, 1.3 GHz Quad-Core
- GPU: Adreno 304
- OS: Cyanogen OS 12.1.1 
- Armazenamento: 16 GB
- Memória: 2 GB de RAM
- Câmera traseira: 8 MP AF rear camera with LED flash, aperture f/2.2, autofocus, OV8865 sensor
- Câmera frontal: 2 MP
- Bateria: 2500 mAh
- Conectividade: Wi-Fi, Bluetooth, 4G, DualSIM

Como o aparelho conta com especificações de hardwares com pouca potência, estima-se que o preço de lançamento será 120 libras esterlinas, cerca de R$ 600 em conversão direta.

Mais informações sobre o aparelho estão disponíveis no site da Obi. O lançamento do MV1 no Reino Unido acontece em maio, mas ainda não existe data estimada para o smartphone chegar em outros mercados.

- Continua após a publicidade -

 

Via: Neowin, Obi
Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Qual vai ser o melhor game de setembro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.