Google estaria considerando usar linguagem de programação Swift da Apple no Android

A Apple tem uma política bastante fechada em seu ecossistema, tanto com dispositivos como com software. Mas isso não quer dizer que a empresa nunca mexeu com código aberto e exemplo disso é a linguagem de programação Swift, totalmente aberta e lançada no final de 2015. Tanto é que agora a Google pode optar por ela como uma opção de primeira classe pro Android.

A informação não é oficial, mas já é de amplo conhecimento que a empresa subsidiária da Alphabet está tentando se afastar do Java, atual linguagem de primeira classe para seu sistema operacional, por causa de sua briga com a Oracle na justiça. Para ter uma nova opção de linguagem de programação, a Google precisa procurar um nome confiável e, por mais que a Apple seja sua rival, é indiscutível a confiança de programadores com a marca.

O Swift costuma ser elogiado por profissionais da área por ser uma linguagem muito rápida, o que seria inclusive um dos fatores que levam alguns aplicativos a chegarem antes ao iOS. Realizar a mudança, porém, não é só vantagens. Seria necessário, antes de mais nada, a criação de todo um runtime novo para o Swift antes que ele possa ser usado no Android.

Eventualmente teremos a confirmação se a linguagem vai ser usada ou não. Em caso afirmativo, é possível que fique ainda mais restrito o número de aplicativos disponível em apenas uma das plataformas.

{via}TechTimes|http://www.techtimes.com/articles/148830/20160409/google-reportedly-mulling-apples-swift-programming-language-for-android-as-an-alternative-to-java.htm{/via} 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que foi pior? O Athlon 3000G com RTX 3080 ou o Ryzen 9 5900X com GeForce GT 1030?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.