Primeiro medicamento impresso em 3D já pode ser vendido nos Estados Unidos

A  Aprecia Pharmaceuticals lançou nos Estados Unidos o primeiro medicamento impresso em 3D, que recebeu aprovação da FDA e já pode ser vendido no país. O remédio se chama Spritam e é utilizado no tratamento de epilepsia.

Além de estrear um novo processo de fabricação, o medicamento impresso em 3D também traz vantagens para os pacientes. Quando é impresso, o remédio é concebido camada por camada, o que torna as pílulas mais solúveis. Esta propriedade é muito útil no tratamento de epilepsia, já que um dos efeitos da doença é a disfagia, que torna difícil engolir alimentos.

O teste abaixo mostra a velocidade de dissolução do medicamento impresso em 3D em comparação com um remédio convencional.

A impressão de medicamentos não é a primeira investida da medicina usando impressoras 3D. A tecnologia já é amplamente utilizada para criar próteses para reporem desde membros até partes internas do corpo.

- Continua após a publicidade -

{via}Sciene Alert|http://www.sciencealert.com/the-first-3d-printed-drug-has-just-been-unveiled{/via}

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.