Tecnologia OLED tem baixa aceitação no mercado

Apesar de possuir grandes vantagens de ordem técnica sobre outros padrões, a tecnologia OLED (diodo emissor de luz orgânica) estÁ longe de ser uma "unaminidade" na escolha da compra dos usuÁrios, mesmo após ter se passado 2 anos desde o lançamento oficial do novo padrão.

Devido a baixa aceitação, a Sony resolveu botar o "pé no freio" na produção de TVs baseadas em tal tecnologia, chegando em certos casos a retirar alguns produtos da prateleira no Japão. Apesar disso, fontes informaram que a companhia deverÁ manter a venda nos demais mercados em que jÁ atua.

As telas de OLED foram anunciadas como o grande próximo passo no mundo das TVs, pois utilizam componetes orgânicos, ou componentes compostos de carbono que emitem luz quando eletricidade é aplicada. Como resultado, hÁ a produção de imagens muito mais nítidas, dispensando a iluminação de fundo, tornando-os os aparelhos mais finos e mais eficientes em termos energéticos do que os LCDs, atualmente a tecnologia mais popular entre as TVs de tela plana.

- Continua após a publicidade -

A Sony tem (ou pelo menos tinha) como principal objetivo, se tornar a líder na tecnologia, como forma de recuperar a sua reputação como empresa inovadora no segmento. Contudo, a fabricação de telas OLED de grandes dimensões a preços acessíveis ainda é uma tarefa tecnologicamente difícil, o que limita seu potencial como um produto de massa. O único modelo da Sony é uma TV de 11 polegadas vendido por US$ 2.222,00 no Japão, algo consideravelmente menor e mais caros do que outros televisores de tela plana.

Analistas acreditam que as grandes vedetes no segmento serão as TVs 3D e as TVs de LCD com luz emissora de diodo de fundo, e que a adoção maciça de televisores com painéis OLED ficarÁ na "geladeira" até que haja algum avanco em termos de custo x benefício para os consumidores.

Assuntos
Tags
  • Redator: Filipe Braga

    Filipe Braga

    Filipe Braga é um cearense extremamente simpático formado em Ciências da Computação e apaixonado por computadores e tecnologia em geral. Também participa de reviews de hardware, especialmente placas de vídeo, processadores e placas mãe.

É melhor ter o xCloud capado no iOS ou ficar sem o serviço nos iPhones?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.