Foxconn fecha acordo de compra da Sharp por US$ 3.5 bilhões

 

Os executivos da Sharp e Foxconn chegaram a um acordo para a aquisição da empresa japonesa. A Foxconn irá desembolsar 389 billion ienes (aproximadamente US$ 3.5 bilhões) para assumir a Sharp. 

O negócio é interessante para ambas as empresas. A Sharp vem enfrentando uma situação financeira delicada, sendo que a expectativa para o próximo relatório fiscal seja de um prejuízo total de 170 bilhões de ienes (em torno de 1.5 bilhão de dólares), sendo que a expectativa original era de um lucro de 10 bilhões de ienes. Os principais causadores desse resultado muito abaixo do esperado foram as vendas ruins de displays para smartphones na China e reestruturações desnecessários.

A parte que interessa a Foxconn é a possibilidade de expandir sua produção de telas, tanto em tecnologias já estabelecidas quanto novos recursos em OLED, tipo de display que em rumores vem sendo indicado como o que será utilizados por futuros iPhones. Apesar de suas patentes e produtos na área de OLED, esse segmento de mercado é dominado pela Samsung, que produz em torno de 95% das telas nessa tecnologia.

A Sharp é uma empresa histórica no ramo da tecnologia, sendo fundada em 1912. Inicialmente uma oficina de metal, a empresa uma grande gama de eletrônicos, sendo que seu foco atual são os displays, painéis solares, smartphones, equipamentos audiovisuais e eletrodomésticos. A empresa foi a primeira a introduzir um celular capaz de bater fotos aos consumidores finais.


J-SH04, primeiro celular com câmera fotográfica (resolução VGA) 

- Continua após a publicidade -

{via}WSJ|http://www.wsj.com/articles/foxconn-and-sharp-approve-3-5-billion-takeover-deal-1459326798{/via} 

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Com o GeForce Now e o xCloud surgindo como opções, qual seu plano a médio prazo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.